O enterro de Ana Bolena

Na manhã de 19 de maio de 1536, Ana Bolena foi corajosamente em direção a sua morte em uma execução privada na Torre de Londres. Foi necessário apenas um golpe de espada do carrasco para cortar o seu pescoço delicado, o mesmo pescoço que o poeta Thomas Wyatt outrora elogiou em um de seus versos de admiração. Foi então que quatro senhoras iriam preparar o seu corpo para o enterro.

A cabeça de Ana foi coberta por um pano branco por uma de suas damas. Seu corpo foi despido e envolto em uma capa branca e colocado em uma caixa velha de olmo. Apesar de pouco tempo atrás ela tivesse uma rainha amada e desejada por um rei, nenhum caixão foi encomendado para ela.

As mulheres de Ana carregaram seu corpo por cerca de 65 metros para a capela real de S. Pedro ad Vincula, passando para os próximos túmulos de Norris, Weston, Brereton e Smeaton. Ela foi enterrada na tera perto de uma cova sem marcação.
Embora Ana tenha sido executada às 9hs de manhã, seu corpo só foi enterrado na tarde do mesmo dia. De acordo com Weir, é provável que o atraso se deveu à necessidade de esperar alguém para levantar as pedras da calçada e cavar uma cova rasa.

Antes de enterrar Ana, seus assistentes tiraram o seu vestido e suas jóias, e destribuíram-os para os funcionários da Torre, como era habitual após as execuções. O rei, mais tarde, compraria as mesmas jóias sobre uma soma substancial.

A questão de onde exatamente Ana está enterrada é complicada. Algumas evidências apontam que Ana foi enterrada ao lado de seu irmão, George Bolena, enquanto outras evidências sugerem que Ana e George ficaram separados por uma significável distância. Os ossos de George Bolena não foram encontrados. Pensa-se que retiraram os seus restos para algum fim ou que ele foi sepultado na parede norte, uma área que não foi restaurada.

Em 1876, a rainha Vitória aprovou a restauração da capela real de S. Pedro ad Vincula, e os restos mortais algumas pessoas foram escavados, examinados e “identificados”. Os corpos foram colocados em caixas de chumbo, que foram colocados dentro de um caixão de carvalho de uma polegada de espessura, sendo esses fechados com parafusos de cobre. Uma chapa de chumbo com o nome e a arma do indivíduo que supostamente está na caixa foi afixada na tampa de cada caixão, e todos foram enterrados decentemente no local onde foram encontrados, apenas quatro centímetros abaixo do pavimento do altar, que foi então cimentado e decorado com placas de mármore verde, vermelho e branco, em um projeto de mosaico, cada um contendo uma borda amarela com o nome e o brasão de armas do indivíduo.

Dr. Mouat, que analisou um corpo que provavelmente tinha sido de Ana Bolena escreveu:

“Os ossos encontrados no local onde é tido que Ana Bolena foi enterrada era certamente de uma mulher na flor da vida, tudo perfeitamente consolidado e simétrico, e pertenciam à mesma pessoa.Os ossos da cabeça indicam que formavam em torno do crânio uma teste intelectual, crista orbital em linha reta, olhos grandes, rosto oval bastante completo e queixo quadrado. Os restos dar vértebras e os ossos dos membros inferiores indicam uma mulher bem formada de estatura mediana, com um pescoço curto e fino. As costelas mostram a profundidade e redondeza do peito. As mãos e os pés indicam ossos bem formados e delicadas mãos e pés delicados e estreitos”.

Lembrando que no cuidadoso exame dos ossos não mostraram nenhuma evidência de um sexto dedo ou qualquer outro tipo de deformação.

Em seu livro The Lady in the Tower, Alison Weir discute que o resultado da exumação feita no suposto corpo de Ana Bolena encontrado em novembro de 1876 era errado. Os médicos que olharam o corpo deram a idade entre 25 e 30 anos, e descreveram a mulher como tendo um “queixo quadrado e cheio”, mas Alison salienta que não só a descrição não concorda com a de Ana, como também a data de nascimento com mais concordância é 1501, de modo que Ana teria 35 anos quando morreu. Weir escreve: “É bem possível que os ossos que se pensaram ser de Ana Bolena – uma mulher esbelta e pequena com um queixo quadrado – seja de Catarina Howard, pois a miniatura de Holbein mostra que ela tinha uma mandíbula sailente e realmente quadrada.”

Mas é claro que isso também varia do quadro em que você está olhando: o desenho feito por Holbein mostra Ana com um queixo quadrado, enquanto outros não mostram.
Os restos de Catarina Howard não foram oficialmente encontrados. Pensa-se que isso era devido a sua juventude, uma vez que ossos jovens são mais suaves e cartilaginosos, e assim se desintegram mais facilmente e também devido ao calcário que foi usado em seu enterro – e foi achado calcário no suposto lugar de sua sepultura.

Também é dito que os ossos tinham “proporções delicadas”, de modo que também é pensado que o corpo poderia ser de Jane Bolena, lady Rochford, uma vez que ela era mais jovem que Ana Bolena, já que nasceu por volta de 1512. Weir diz que “podemos estar quase certos de que o memorial de pedra de Ana não marca o seu lugar de descanso final, e que ela provavelmente se encontra abaixo do memorial de Lady Rochford”.

Entretanto, os médicos da época alegaram ter feito “consultas com várias entidades históricas”, e apenas o esqueleto de uma mulher foi encontrado no lugar onde supostamente as damas teriam enterrado Ana. Uma das características mais marcantes de Ana, como os dedos longos, também foi dita pelos médicos.

Ainda existem lendas sobre outros lugares onde Ana pode estar enterrada:

  • Na Igreja de Salle, em Norfolk, diz que o corpo de Ana foi secretamente removido de noite enterrado lá, sob uma laje de mármore negro.
  • Em Horndon on the Hill, em Essex, diz que um monumento de mármore negro que têm lá é o verdadeiro lugar onde a rainha está. Assim como em Salle, é dito que o corpo de Ana foi removido e levado para Horndon.
  • Na Igreja de St.Mary, em Suffolk, diz que Henrique VIII e Ana Bolena muitas vezes se hospedaram em Suffolk e Ana amava tanto o lugar que deu instruções de que seu coração deveria ser enterrado nesta igreja local. De fato, durante a reconstrução da igreja uma caixa em formato de coração foi encontrado lá. Diz a lenda que Sir Philip Parker, tio de Ana, foi quem o enterrou lá. A caixa foi então enterrada em baixo de um orgão e foi feito uma placa dizendo que o coração de Ana estava lá. Entretanto, há discordâncias sobre isso porque a moda de enterrar corações só durou até o século 14.

Em 1866, a rainha Vitória ordenou que o local onde se pensa que a rainha Ana Bolena e outras tinham sido executadas fosse isolado por uma grande e feita uma grade comemorativa. Uma placa de bronze sob uma pedra tinha escrito as seguintes palavras: “Lugar do antigo cadafalso: aqui a rainha Ana Bolena foi decapitada em 19 de maio de 1536”.
Hoje temos um memorial de vidro moderno, que foi feito em 2006. Foi desenhado por Brian Catling, e têm escrito

“Gentis visitantes, parem um pouco,
onde vocês estão a morte cortou a luz de muitos dias.
Aqui, os nomes de jóias estavam quebrados da vívida discussão da vida.
Que descansem em paz, enquanto nós caminhamos as gerações em torno de sua luta e coragem,
sob estes céus agitados”.

Traduzido do artigo ‘Where is Anne Boleyn Buried?‘ escrito por Natalie Grueninger.

Anúncios

10 comentários sobre “O enterro de Ana Bolena

  1. Olá! Adorei esse Post!
    Depois dele fui pesquisar fotos das outras igrejas que se supões que Ana esteja enterrada; o que você acha? Ela está em S. Pedro ad Vincula (não importando se embaixo da placa dela, ou de lady Rochford?) ou em outra igreja?
    Achei a questão do coração dela ser enterrado ou outro lugar muito bonita, muito romântica.
    Queria ver fotos dos possíveis locais onde ela descansa! Por exemplo, do tal momumento em mármore em Horndon-on-the Hill, ou do orgãoda Igreja de St.Mary, com a placa acima dele falando do coração de Ana.
    Porcurei muito na internet e não achei; você teria alguma foto dessas? Ou pelo menos as fotos das fachadas das igrejas pra eu conhecer?
    Ai.. acho que vou ter de juntar dinheiro pra ver pessoalmente =D ruim e bom, pq vai demorar, mas pelo menos passarei pelos menos locais que ela viveu e amou.

    • Bom, eu coloquei nas igrejas links para uma foto delas. O órgão eu já vi, mas não tenho certeza se é essa foto. Eu não achei nenhum monumento. É, eu também estou juntando dinheiro para um possível intercâmbio daqui uns anos.
      Eu acho que Ana realmente está enterrada na ad Vincula, mas não sei se o corpo que está lá é realmente dela. Eu não acho que eles enterrariam a Lady Rochford em cima dela, e eu acho que seria fácil na época da rainha Vitória confundir os corpos. Se fizessem uma exumação hoje, eu até poderia acreditar, embora eu seja do tipo que só acredita vendo.

  2. É, uma exumação com poucos recursos como as do século XIX não são tão confiáveis quanto as de hoje. Não sabe se existe algum projeto, assim como está tendo pra Henrique VIII, pra exumar os corpos e descobrir aonde estão exatamente Ana Bolena e Catarina Howard?

    Viajar… nem falem nisso *___________*

  3. Espanta-me como pequena capela é . Mais de 1000 pessoas foram enterrados naquela pequena igreja. A área onde Anne encontra-se com seu irmão , sua irmã -de-lei , Jane, e seu primo , Katheryn é muito pequena. Não muito maior do que uma cozinha em um apartamento.

    It amazes me how tiny the chapel is. Over 1000 people were buried in that little church. The area where Anne lies with her brother, her sister-in-law, Jane, and her cousin, Katheryn is very small. Not much larger than a kitchen in an apartment.

  4. Estive lá e a emoção é muito grande! Um lugar impregnado de energia. Não contive a emoção ao chegar no local do sepultamento dela e chorei muito.

      • Nesse dia não permitiram fotografar lá dentro. Aquelas guardinhas uniformizados fizeram um tour guiado e o grupo sentou nos bancos da capela enquanto eles narravam a história dela, dos corpos de figuras históricas que lá estão, da reforma que o prédio teve, do reconhecimento e re-alocação das ossadas depois de identificadas, dentre elas e de Ana Bolena. Esse lugar onde estão os seus restos mortais hoje, não foi o local originário. Só tenho foto da parte externa da capela, da Torre e do suposto local da execução de Ana Bolena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s