Os lemas de Ana Bolena

Ana Bolena mandou bordar na libré de seus criados no Natal de 1530: Ainsi sera, groigne qui groigne – Assim será, doa a quem doer*. Chapuys informou em seu relatório que a lady fizera papel de tola ao não perceber que o lema era uma tradição dos Habsburgo borgonheses (sendo que a frase inteira era ‘Groigne qui Groigne et vive Bourgogne’ – Aqueles que vivem em Bourgogne, cidade da França). Mas já foi assinalado que dificilmente Ana Bolena poderia não saber disso depois de ter servido à arquiduquesa Margaret; é mais provável que esse gesto tenha sido uma brava proposital. A frase provavelmente foi a resposta de Ana aos protestos sobre sua posição elevada e o desejo do rei para livrar-see da rainha Catarina para colocá-la no trono. O lema durou apenas alguma semanas, pois Ana provavelmente percebeu que não iria ganhar muitos partidários na corte usando uma frase tão sarcástica. 

Há rumores que Ana tenha usado como lema “Semper Eadem” (Sempre a mesma), curiosamente, o mesmo lema de sua filha futura rainha, Elizabeth I. Infelizmente não há nenhum tipo de cofirmação sobre esse lema.

Eric Ives escreveu em seu livro que outro lema atribuído a Ana é “Me and Mine” (Eu e Meu), mas ele não fez nenhum tipo de referência e não há nenhum fato que o confirme.

O lema mais comumente associado à Ana é o que ela adotou em sua coroação: La Plus Heureuse, ou seja, A Mais Feliz. Não há registro sobre por qual motivo ela tenha adotado esse lema, mas parece que a conclusão do longo divórcio do rei, o nascimento de seu filho, o amor e adoração do rei contribuíram para que Ana se sentisse a mais feliz.

* Existem duas traduções para Groigne qui Groigne: “É assim que será, doa a quem doer” (na tradução de “A irmã de Ana Bolena” de Philippa Gregory) e “É assim que será, por mais que o povo possa resmungar” ( na tradução de As seis mulhere de Henrique VIII de Antonia Fraser.)

Bibliografia:
FRASER, Antonia. As Seis Mulheres de Henrique VIII. Tradução de Luiz Carlos Do Nascimento E Silva. 2ª edição. Rio de Janeiro: BestBolso, 2010.
Herb i motto Anny Boleyn‘. Acesso em 13 de dezembro de 2011.
Anne Boleyn’s Mottoes‘. Acesso em 13 de dezembro de 2011.

Anúncios

11 comentários sobre “Os lemas de Ana Bolena

  1. Também prefiro “É assim que será, doa a quem doer. Mostra como Ana era destemida, inteligente, sagaz :)

  2. “Ainsi sera, groigne qui groigne “- Assim será, doa à quem doer! Tem como não amar essa mulher, forte, corajosa e sarcástica?!

    • “le temps viendra” não foi um lema, mas sim uma inscrição que Ana Bolena fez no seu Livro de Horas. Significa algo como ‘o tempo virá’, e foi escrito ao lado de sua assinatura logo abaixo de uma miniatura do Último Julgamento com o desenho de um astrolábio, feito por ela :D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s