Raio-x revela imagem escondida em um retrato Tudor

Walsingham 3

© National Portrait Gallery, London

‘Ele não teria ficado muito feliz’, especulou o Drª. Tarnya Cooper, em frente à notável descoberta do acontecimento na National Portrait Gallery. ‘Você se pergunta se o artista poderia estar desfrutando de uma piada particular’.

A galeria abriu na quinta feira para uma exposição que mostra os raios-x de pinturas devocionais que haviam descoberto debaixo de retratos de dois importantes estadistas Tudor. Bem como a Virgem Maria e o Menino com Walsingham, os pesquisadores descobriram uma Flagelação de Cristo abaixo do quadro do tesoureiro da rainha, Thomas Sackville.

O retrato de Walsingham data a década de 1580, quando a Inglaterra protestante foi isolada e apoiava a guerra da Holanda contra a Espanha.

‘Os católicos são o inimigo absoluto neste período, então a idéia de que você tem essa imagem devota maravilhosa debaixo de seu retrato provavelmente seria bastante horrível para ele’, disse Cooper, o curador chefe da NPG.

Foi uma surpresa encontrar a imagem. ‘Não há muito que Walsingham não saiba das cortes de toda a Europa, ele tem uma enorme rede de informantes, é um homem extremamente astuto e é alguém com uma reputação pública.’

A NPG acredita que não pode ser acidental que, depois de fazer raios-X em mais de 120 retratos Tudor e não encontrando nada, encontrar uma imagem tão emblemática do catolicismo romano sobre Walsingham.

Walsingham, secretário de Estado de Elizabeth de 1573 até sua morte em 1590, foi durante muito tempo retratado como uma espécie de vilão histórico, mas assim como Thomas Cromwell, ele teve uma reputação um tanto quanto reabilitada. Sim, ele era cruel, e executou e tortutou pessoas, mas a Inglaterra estava em guerra e haviam assassinos que queriam matar a Rainha.

A descoberta de Walsingham e Sackville vieram à tona como parte de um projeto de pesquisa de cinco anos, chamado ‘Making Art in Tudor Britain’, na qual a NPG está examinando todos os retratos do século 16 e 17 com tecnologias, que incluí raio-x, reflectografia, infravermelho e análise de dendrocronologia.

Quaisquer que sejam os motivos dos artistas (ainda desconhecidos), ambas as obras são excelentes exemplos de reciclagem de painéis de madeira na Era Tudor. Para a NPG, o projeto de pesquisa está lançando uma grande quantidade de novas informações que serão publicadas em breve. ‘Se você for em uma livraria você vai encontrar um monte de pinturas do século 16, italianas ou holandesas, mas você não vai encontrar muito sobre a prática artística na Grã-Bretanha. Nós queríamos mais saber mais sobre a nossa coleção porque não havia sido feita muita coisa desde 1969, e, claro, a tecnologia mudou muito’, disse Cooper.

Fonte: The Guardian

Anúncios

2 comentários sobre “Raio-x revela imagem escondida em um retrato Tudor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s