Ana Bolena e sua influência em Margaery Tyrell e Cersei Lannister

thrones

É amplamente conhecido que a série de livros de George R.R. Martin são vagamente baseados em personagens históricos e nos eventos da Guerra das Rosas – uma série de guerras dinásticas travadas entre dois ramos rivais das Casas de York e Lancaster.  Curiosamente, o autor parece ter tomados fios factuais e contrafactuais da história de Ana Bolena e tecido-os principalmente em dois personagens da série: Margaery Tyrell e Cersei Lannister. Cada personagem representa uma faceta diferente de sua personalidade e história.

Os paralelos entre Ana Bolena e Margaery Tyrell inflamaram muita conversa entre os fãs de Game of Thrones. Ana Bolena era filha de Thomas Bolena, um diplomata respeitado, e Lady Elizabeth Howard. Pelo seu lado Howard, Ana era neta e sobrinha do Duque de Norfolk. Isso fez com que Ana fosse membro de uma das famílias mais poderosa e influentes da época. Da mesma forma, Margaery vêm da família Tyrell, que está entre as famílias mais influentes em Westeros.

Ana Bolena era especialmente próxima de seu irmão George Bolena. Assim como retratado na série The Tudors e em livros de ficção, George tinha interações bem pessoais com outros homens. Da mesma forma. Margaery é retratada como sendo muito próxima de seu irmão Loras, que é amplamente conhecido por ter um relacionamento mais do que amigável com Renly Baratheon.

Margaery é retratada tanto nos livros quanto na série como uma das mais belas e elegantes mulheres do reino, qualificada em todos os encantos femininos esperados em mulheres – assim como Ana Bolena. Ana geralmente é retratada como tendo uma grande influência e controle sobre seu marido, Henrique VIII. Do mesmo jeito, Margaery demonstra várias vezes que é altamente qualificada para governar um reino.

thronesTanto Ana Bolena quanto Margaery Tyrell foram motivadas pelo poder. Ambas queriam ser rainha. Ana Bolena esperou por pelo menos seis anos, enquanto Henrique VIII tentava arrumar uma anulação para seu casamento com Catarina de Aragão. É impossível dizer de onde vinha a ambição da real Ana Bolena, mas em muitas novelas de ficção, ela é parcialmente inspirada por sua família, também extremamente ambiciosa. Da mesma forma, Margaery é impulsionada por sua família à mais alta posição do reino,
e é mais tarde que ela revela sua verdadeira ambição: ‘Quero ser a rainha’.

Dado a esses paralelos óbvios entre Margaery e Ana, parece altamente improvável que os diretores da série escolheram Natalie Dormer – famosa por sua interpretação de Ana Bolena em The Tudors, ao acaso. Parece que eles queriam que percebêssemos os paralelos, tanto que a própria Natalie sentiu a necessidade de declarar que Margaery era um personagem distinta de Ana Bolena – “… eu pretendo fazer isso e me desafio a fazer isso todos os dias. Eu quero criar um personagem completamente independente”.

Apesar de loira, as intrigas de Cersei Lannister tem um par de gotas de Ana Bolena nelas. Primeiro, Cersei era casada com Robert Baratheon, que se assemelha a Henrique VIII – seu amor pelas glórias militares, sua ganância e desperdício de dinheiro com roupas, palácios, torneios e outros entretenimentos. Em segundo lugar, a relação incestuosa de Cersei com Jaime é como uma versão contrafactual das acusações de incesto contra Ana e George Bolena. Talvez ele tenha perguntado a si mesmo: ‘E se os rumores sobre incesto de Ana Bolena com seu irmão George eram realmente verdade?’.

Algumas fontes alegam que Ana Bolena contou a suas damas de companhia que Henrique VIII era impotente (‘não tinha nem a habilidade e nem a virilidade’), cujo comentário pode ser comparado ao de Cersei de que Robert só vai para sua cama quando está bêbado e mal conseguia completar o ato.

Evidentemente, Ana Bolena foi decapitada, acusada de adultério e traição. Em Game of Thrones, Cersei trama a queda de Margaery, acusando-a de adultério em incesto. Cersei cria uma impressionante, mas fictícia, lista de amantes e conspiradores, o primeiro dos quais era o músico pessoal de Margaery, o Bardo Azul. 027Sob tortura, ele confessou o crime – isso sem dúvida soa muito familiar com a história de Ana Bolena, cujo músico pessoal, Mark Smeaton, declarou-se culpado de adultério com a rainha depois de, de acordo com rumores, passar por uma sessão de tortura.

Certamente, a maioria dos historiadores acreditam que as acusações de incesto e adultério contra Ana Bolena eram tolices, inventadas para livrar Henrique de uma rainha. As obras de Martin são criações ficcionais, então para ele a veracidade das informações não importa – é só mais uma história suculenta que ele pode aproveitar.

Bibliografia:
ADAIR, Jamie. ‘Introducing the Anne Boleyn Series: Margaery, Cersei and Melisandre‘. Acesso em 11 de Maio de 2014.
ADAIR, Jamie. ‘Traces of Henry VIII in Game of Thrones: Similarities between Henry VIII and Robert Baratheon‘. Acesso em 11 de Maio de 2014.
KLEIN, Lili. ‘Margaery Tyrell & Anne Boleyn: More in Common than Natalie Dormer?‘. Acesso em 11 de Maio de 2014.

Anúncios

4 comentários sobre “Ana Bolena e sua influência em Margaery Tyrell e Cersei Lannister

  1. o interessante é que quando eu li a parte da tortura do carinha eu senti que já tinha visto isso antes, só não lembrava onde…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s