Jane Grey e seu pré-contrato com Eduardo Seymour

Jane Grey e Eduardo Seymour

Em seu livro “The Children of Henry VIII”, Alison Weir escreve que John Dudley, o Duque de Northumberland, estava planejando que seu filho, Guildford, se casasse com Jane Grey, mas ela “já estava noiva de Eduardo Seymour, Lorde Hertford, o filho de quinze anos do falecido Duque de Somerset, mas seus pais não hesitaram em romper o pré-contrato”. Outros registros dizem coisas similares, e um grande número de romancistas já chegou a escrever romances entre Jane e Eduardo.

Nascido em 22 de Maio de 1539, Eduardo Seymour era o filho e herdeiro de Eduardo Seymour, Duque de Somerset, que serviu como Lorde Protetor para o rei Eduardo Vi. Quando seu pai adquiriu seu ducado em 1547, o jovem Eduardo foi nomeado Conde de Hertford. O romance entre ele e Jane, dois anos mais velha, pode facilmente ser dispensado como pura invenção. Mas existe verdade sobre seu pré-contrato?

Em Janeiro de 1549, o irmão mais jovem de Somerset, Thomas Seymour, o Senhor Almirante, foi preso por traição. O pai de Jane, Henrique Grey, então Marquês de Dorset, foi interrogado sobre o que ele sabia sobre as atividades de Thomas – ele havia adquirido a tutela de Jane e prometeu usar sua influência para ajudar os Grey a casar Jane com Eduardo VI. Questionado por Eduardo Seymour, o Lorde Protetor em 1549, Dorset pareceu tentar aplacá-lo oferecendo sua filha como noiva para seu filho. Nessa época, Eduardo Seymour tinha 5 filhas vivas, e acredita-se que ele, ao casar Jane com um de seus filhos, estava na verdade eliminando uma rival pois ele queria que uma de suas filhas se casasse com o Rei.

Sabe-se que Jane Grey casou-se com Lorde Guildford Dudley em Maio de 1553, mas não se tem uma data exata de quando acabaram as negociações entre o pai de Jane e Eduardo Seymour. Mas é provável que tenha sido entre os anos 1549 e 1552, pois em Janeiro desse ano Eduardo Seymour foi executado por conspiração. Depois disso, seu filho, Eduardo, de 13 anos de idade, foi enviado para viver com William Paulet, o Marquês de Winchester. É provável que nem mesmo a família de Jane gostaria de que ela fosse casada com o filho de um traidor executado. De qualquer forma, não houve mais nenhuma menção feita ao noivado de Jane Grey e Eduardo Seymour, e isso não foi impedimento para o futuro casamento de Jane com Guildford.

No entanto, outra grande história se seguiu: Catarina Grey, irmã de Jane, havia sido prometida a um homem chamado William Herbert, 1º Conde de Pembroke, em 1552. No entanto, o pai do Conde procurou se distanciar da família Grey após a queda de Jane Grey, e o casamento de Catarina e William foi anulado. Em 1560, já no reinado de Elizabeth I, Catarina conheceu Eduardo Seymour, e sem procurar a permissão da Rainha, os dois se casaram em dezembro daquele ano. Após ficar grávida, Catarina precisou contar a Elizabeth. O casal foi preso na Torre de Londres, e lá Catarina daria à luz a dois filhos. Em 1562, o casamento dos dois foi anulado, e 6 anos depois Catarina morreria aos 27 anos por tuberculose. Eduardo ainda se casaria duas vezes, mas no fim ele e Catarina foram enterrados juntos na Catedral de Salisbury.

Bibliografia:
HIGGINBOTHAM, Susan. Was Lady Jane Grey Precontracted to the Earl of Hertford?. Acesso em 9 de Dezembro de 2014.
Edward Seymour, 1st Duke of Somerset. Acesso em 9 de Dezembro de 2014.
Lady Catherine Grey. Acesso em 9 de Dezembro de 2014.
Edward Seymour, 1st Earl of Hertford. Acesso em 9 de Dezembro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s