O Conto da Gata Borralheira: Jane Seymour e William Dormer

janeNo seu livro “As Seis Esposas de Henrique VIII”, a historiadora Antonia Fraser menciona uma história de que Jane Seymour, a terceira esposa de Henrique VIII, teria se apaixonado, antes de seu relacionamento com o rei, com um homem de família mais nobre do que a dela. A família dele impediu o noivado, e sem nenhuma mancha na reputação de Jane, esse momento de sua vida era contado como um “conto da Gata Borralheira, onde a jovem injustamente desprezada iria alçar-se em triunfo a alturas muito maiores”. Sempre tive muita curiosidade acerca desse relacionamento prévio de Jane, então decidi fazer uma pesquisa um pouco mais aprofundada.

Sir Francis Bryan, nascido por volta de 1490, teve um pouco de sorte na família: ele era primo em segundo grau tanto de Ana Bolena quanto de Jane Seymour, tendo sempre sido amigo do rei. Bryan, no entanto, era mais próximo da religião católica e da família Seymour, e por isso tentou encontrar um marido para Jane Seymour em meados de 1534, quando ela tinha pouco mais de 25 anos. Um dos candidatos foi William Dormer, o filho único de Sir Robert e Lady Dormer, uma família rural que vivia perto dos Seymour. Eles eram mercadores prósperos e Robert era um dos membros do Parlamento.

Não há registros sobre o relacionamento de Jane ou seus sentimentos quanto à William. Ele era dez anos mais velho do que Jane, e ela já estava ficando velha para se casar nos padrões da época. William, cuja família tinha status, era um ótimo partido para Jane.

No entanto, a família Dormer não via Jane com um bom partido. De acordo com “Life of Jane Dormer”, uma biografia escrita no século 17 pela filha mais velha de William, os Dormer tinham grandes planos para o casamento de seu único filho. Lady Dormer queria casá-lo com uma família de igual “qualidade”, e tendo muitas propriedades, várias outras famílias estavam propondo casamento à William. Não há nada escrito que prove que os Dormer desaprovassem a família Seymour, mas há fortes indícios de que eles não gostavam de Bryan, um homem visto como “corrupto” e “imoral”.

Rapidamente, a família Dormer foi para Londres, onde William foi casado com Maria Sidney em 11 de Janeiro de 1535. Para William, o casamento com uma família tão proeminente quando os Sidney era algo incomparável com a dos Seymour.

Curiosamente, é possível que Jane tenha demorado para se casar devido à situação instável na corte de Henrique VIII. Jane provavelmente começou como dama de companhia de Catarina de Aragão em 1528, quando a questão do divórcio começou a ser vista com mais seriedade. Era tradicional que a rainha arranjasse os maridos de suas damas de companhia, mas obviamente Catarina estava com mais problemas para resolver naquela época. Quando Ana Bolena se tornou rainha, Jane continuou como dama, mas a rainha em questão estava ainda mais ocupada do que a anterior, com sua coroação, gravidez e abortos.

Apesar de não ficar mais nova conforme o passar dos anos, a família Seymour ainda esperaria alguns anos antes de casar Jane com o melhor partido de todos – o próprio rei.

Bibliografia:
Marriage plans for Jane Seymour before Henry. Acesso em 5 de Janeiro de 2015.
Norton, Elizabeth. Jane Seymour: Henry VIII’s True Love. Amberley Publishing, 2009.
FRASER, Antonia. As Seis Mulheres de Henrique VIII. Tradução de Luiz Carlos Do Nascimento E Silva. Rio de Janeiro: BestBolso, 2010.

Anúncios

3 comentários sobre “O Conto da Gata Borralheira: Jane Seymour e William Dormer

  1. Agora vamos brincar do e-se? E se ela tivesse se casado? Será que Anne não teria sido “descartada”? Acredito que teria sido sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s