Elizabeth de York e sua influência em Sansa Stark

sd

Todos os tipos de coisas influenciam escritores: as pessoas que conhecem, as tendências atuais, política, folclore, histórias famosas, eventos atuais e às vezes fatos históricos. Quando George RR Martin começou a escrever Crônicas de Gelo e Fogo, ele queria um período histórico específico. Sua conclusão foi que o melhor seria usar a Guerra das Rosas, uma guerra civil inglesa do século 15 entre as famílias Lancaster e York. Mas não é fácil ver até onde o autor se deixou influenciar: vários personagens e eventos são inspirados pelos personagens históricos, mas as relações entre eles são complexas. Um pai e um filho na série pode não equivaler a um pai e um filho na história, por exemplo.

Mas uma das figuras da série, Sansa Stark, tem algumas semelhanças surpreendentes com outra personagem histórica: Elizabeth de York. Para todos os fins, Elizabeth viveu uma vida relativamente benigna e tranquila até a morte de seu pai em 1484. Isso soa familiar? Embora o pai de Elizabeth não tenha sido decapitado – Eduardo IV morreu provavelmente em decorrência de uma pneumonia – sua morte foi o catalisador de muitos infelizes acontecimentos que se abaterem sobre a Casa de York. Dois irmãos de Elizabeth, um deles sendo o herdeiro do trono e futuro rei, foram presos na Torre de Londres e nunca mais foram vistos (neste momento, existem paralelos com Bran e Rickon estando supostamente mortos, quando nós sabemos que na verdade eles estão em fuga). O Lorde Protetor do Reino, rei em tudo menos no nome, declarou então que todos os filhos de Eduardo IV eram bastardos, incluindo Elizabeth. Uma vez que seus irmãos estavam presumivelmente mortos, ela, sendo a filha mais velha, iria herdar as fortunas e as terras de seu pai.

sansaAssim como Sansa, o pai de Elizabeth organizou vários casamentos para ela, mas nenhum deu certo. Ela era a mulher e filha típica da época: estava sobre o controle de seu pai, e em breve estaria sobre o controle de seu marido. Sansa é tudo o que uma princesa medieval deveria ser: linda, equilibrada, graciosa, fala mansamente, é educada, estuda as artes femininas e tenta sempre manter sua compostura.  Em sua juventude, Elizabeth era alta, com longos cabelos ruivos ou vermelho-dourados – muito parecida com Sansa.

O sonho de Sansa, como podemos ver desde o início da série, é ser Rainha. Apesar de viverem em uma época em que poucas mulheres teriam qualquer poder, tornar-se uma rainha concedia muito mais autoridade e poder do que a maioria das mulheres. As rainhas tinham suas próprias famílias, terras e rendas, além de poderem agir como rainhas regentes quando seu marido estava na guerra.

Algum tempo depois na série, Sansa é obrigada a se casar com Tyrion. Embora Sansa nunca tenha se casado com Joffrey – o rei – ela foi noiva dele. Uma vez que Tyrion é tio de Joffrey, isso faria com que ele também fosse, tecnicamente, tio de Sansa. Acredita-se que Tyron foi baseado em Ricardo III – ambos têm deformidades (enquanto o mito popular dita que Ricardo III era corcunda, embora sua deformidade nas costas não fosse visível, Tyrion é um anão).

tyronCuriosamente, Ricardo III e sua sobrinha, Elizabeth de York, foram alvo de rumores de estarem apaixonados e planejando se casar. Apesar de um casamento entre tio e sobrinha não ser estritamente proibido pela Igreja, teria causado muita revolta entre seus conselheiros. Ricardo então declarou na frente do prefeito e todos os senhores poderosos de Londres que nunca teve a intenção de casar com sua sobrinha, escrevendo ainda para outras pessoas falando de sua repulsa sobre esse boato malicioso. Não podemos afirmar se George RR Martin sabia do suposto relacionamento entre Elizabeth e Ricardo. No entanto, dado a profundidade de seu conhecimento, é possível que ele tenha lido sobre isso e que tenha incorporado isso em uma visão diferenciada em um relacionamento com Sansa e Tyrion.

Sabemos que Elizabeth se casou com o jovem Henrique VII para fortalecer as apelações dele ao trono, juntando dessa forma as casas rivais de York e Lancaster. Assim como Elizabeth, Sansa foi preparada desde o nascimento para ser uma aliança através do casamento. Mas embora Elizabeth possa ter sido ambiciosa e talvez ativa quando criança e adolescente, sua fortuna mudou quando se tornou rainha, pois sua sogra é que tinha a palavra final. Se Sansa poderá tomar posse de seu próprio destino, ainda veremos, mas ela está lentamente aprendendo a manipular as pessoas. No livro, Sansa declara: “Minha pele foi feita de porcelana, de marfim, para o aço”.  Apesar de tudo, Elizabeth foi uma mulher notável que sobreviveu à guerra, agitação política, traição e usurpação, saindo por cima e ainda ficando ligada a cinco reis da Inglaterra: Elizabeth foi filha de um rei, irmã de um rei, sobrinha de um rei, esposa de um rei e filha de um rei. Mas acima de tudo, ela era uma sobrevivente, como Sansa.

Bibliografia:
ADAIR, Jamie. The Origin of Sansa may lie in Elizabeth of York. Acesso em 28 de Maio de 2015.
ADAIR, Jamie. Was Sansa’s Marriage to Tyrion inspired by a tale of incest?. Acesso em 28 de Maio de 2015.
War of the Roses and Game of Thrones. Acesso em 28 de Maio de 2015.
Sansa Stark, Prophecy, and Elizabeth of York. Acesso em 28 de Maio de 2015.

Anúncios

20 comentários sobre “Elizabeth de York e sua influência em Sansa Stark

  1. Espero que um dia ela seja feliz como a Lizzie de York aparentemente foi.
    Shippando Sansa/Felicidade sempre lol

  2. E ainda há quem especule que a Sansa terá esse papel de unir sua casa com a governante e acabar com a guerra no futuro…

      • sim, no momento atual da história nada a ver rolar um relacionamento romântico entre eles – tanto na série quanto nos livros. Mas acho a relação deles bem legal e, quando a Sansa for mais adulta, talvez fosse interessante o casamento deles funcionar. Até pra ver se acalma esse ódio Stark x Lannister. No mais, shippar sansa/felicidade sempre hahaha

        • Nah son, ela é uns 20 anos mais nova que ele.
          Que o relacionamento deles é legal eu até concordo, mas naah, não tem muito cabimento ser romântico.

          • na série, eu acho que ficaria bem mais esquisito. nos livros nem tanto, se você conseguir engolir que era um costume da época meninas se casarem jovens (beem difícil haha). btw, a diferença de idade entre eles nos livros é de 12 anos. Mas vamos ver. Já fico satisfeita se os dois sobreviverem, mesmo que não fiquem juntos haha

  3. Amei a matéria! Sansa é a minha personagem preferida em ASOIAF, e é duramente criticada por seguir o padrão esperado de uma mulher na era medieval!

  4. Em relação ao livro realmente acho que há muito de Elizabeth na Sansa. Já em relação a série e tudo que ela vem passando pensei na Sansa numa espécie de Anne Neville, a Rainha de Richard III e que anteriormente foi casada com o príncipe de Gales, Edward e que tinha boatos acerca de sua crueldade ( Ramsay? Hehe). Olhando assim, a Anne também foi “obrigada” a casar com Edward por seu pai que mudou de lado durante a guerra das Rosas, que nesse caso vejo como Mindinho.
    Viagem da minha parte acho kkkkk

  5. Segundo Rayane Greyjoy, não há referência alguma da Europa e seus fatos históricos na obra de G. R.R. Martin. Que falar que há alguma referência é desfazer o mundo único que ele criou. kkkkk aiai

    • Son Rodrigues, o próprio autor já afirmou em entrevistas que sua história é baseada em “histórias reais”. Em um webchat ele disse que “Westeros is probably closer to medieval Britain than anything else. Geographically, it occupies a somewhat similar position off a larger contintent, although Westeros is considerably larger and is, in fact, a continent itself, more like South America. And although I’ve drawn on many parts of history, the War of the Roses is probably the one my story is closest to”. Ou seja… é sim baseado em eventos e personagens históricos reais, principalmente a Guerra das Rosas. Obviamente não há referência no livro porque é um mundo imaginário, mas uma vez que foi isso que ele afirmou, acho super interessante tentar imaginar em quais pessoas históricas ele se inspirou :)

  6. Já me viciei nessa história da Guerra das Rosas, já tô pesquisando tudo, lendo tudo, daqui a pouco estou escrevendo fanfics, obrigada aos envolvidos

  7. Tem uma série muito boa da Starzs baseada em livros sobre a Guerra, tem todo o lance drama mas tem retrata bem a historia. É The White Queen. Muito boa! A menina que atua com a Arya na Casa do Preto e Branco fez a Anne Neville. Vale a pena assistir, Aline Giovanella.

  8. Para quem já leu A Rainha Branca da Philippa Gregory é bem visível essa relação Elizabeth York e Sansa Stark

  9. Se a história de Sansa for essa será boa, mas pelas sinopses que vimos. Pelo menos nessa temporada ela não vinga nada, só sofre. Que venha a sexta pra ver os Starks se saem melhor.

  10. Interessante, principalmente levando em conta o fato do quanto ele mudou a trajetória da Sansa desde a ideia original, onde ela era apenas um contrapeso para Arya e morreria logo no começo depois de um casamento desastroso com Joffrey.

  11. Muito bom post, obrigado. Na última temporada eu amei, e fiquei emocionada para Game of Thrones 7 eu estava animado em todos os momentos, me desespero longa espera tanto tempo para ver o próximo, mas já próxima estreia, partilho horários e data de lançamento para esta nova etapa, tenho certeza de que, depois de Então, espere, Game of Thrones vai cumprir as nossas expectativas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s