O Guarda-Roupa da Rainha

A Rainha Elizabeth foi uma grande seguidora da moda. Enquanto na sua vida privada ela preferia usar vestidos simples, em público ela se vestia para impressionar. As roupas eram um importante símbolo de status para os elisabetanos, e uma pessoa tinha de se vestir de acordo com seu status social. Portanto, a rainha tinha de ter vestidos mais grandiosos do que todas as outras pessoas.

Ninguém tinha permissão para rivalizar com a aparência da rainha, e uma dama de companhia acabou sendo repreendida por usar um vestido muito suntuoso para o seu status – as damas de companhia serviam para complementar a aparência da Rainha e não ofuscá-la.

Nos últimos anos do reinado, as damas usavam vestidos de clores claras, como branco ou prata, enquanto a rainha tinha vestidos de todas as cores, embora o preto e branco foram suas cores favoritas, pois simbolizavam sua virgindade e pureza. Os vestidos da rainha eram maravilhosamente bordados à mão com todos os tipos de fios coloridos, decorados com diamantes, rubis, safiras e todos outros tipos de jóias.

Suas vestes de coroação, de acordo com Herbert Norris em seu livro ‘Tudor Costume and Fashion’, ‘consistia em um vestido com uma causa longa de tecido de ouro revestido com uma variedade de tafetá branco e rodeado de arminho’. O arminho é comum entre as vestes de estado, e era usado às vezes em pó para deixar seu rosto mais branco. Embora Ana Bolena e sua filha gostassem da moda francesa, a rainha manteve um carinho pela moda espanhola por quase todo o seu reinado.

No dia de Ano Novo de cada ano, era costume para todos os ingleses trocarem presentes pessoais. Como o amor de roupas e jóias de Elizabeth se tornou conhecimento comum, eles se tornaram presentes de Ano Novo cada vez mais comuns: em 1 de janeiro de 1587, por exemplo, Elizabeth recebeu mais de 80 peças de joalheria. Elizabeth I por artista desconhecido, em 1585.A partir de um inventário elaborado por Blanche Perry em 1587, dama do dormitório de Elizabeth, sabe-se que a rainha tinha 628 peças de joalheria naquele momento.

Quando Elizabeth usava algum dos presentes ganhados, quem deu o presente era avisado e, em troca, ele ganhava o favor da rainha e confirmava sua devoação e lealdade. Cada indivíduo que desse um presente luxuoso para Elizabeth I ganhava um pedaço de prata (tipicamente em forma de copos, taças ou colheres). Por ter ganhado da própria rainha, o presente tinha um valor simbólico maior do que seu valor real.

Estes presentes ajudavam com as despesas da manutenção do esplêndido guarda-roupa da rainha, assim como a prática de alterar as roupas com novas mangas ou corpetes. A enorme despesa do guarda-roupa de Elizabeth nos mostra que poucos vestidos originais sobreviveram – todos eram reciclados, reutilizados, dados como presente ou usados como pagamento por alguns serviços.

As contas detalhadas do guarda-roupa real detalham os tipos, quantidades e custos dos tecidos comprados, assim como quais fornecedores foram utilizados e quais roupas foram produzidas. Na sua morte, mais de 2.000 vestidos foram registrados no guarda-roupa de Elizabeth. Entretanto, de acordo com ‘Lace: A History’, de Santina Levey, em dinheiro atual, a Rainha Elizabeth I gastou em média £9535 por ano, durante os quatro últimos anos de seu reinado. James I gastou uma média de £36,377 por ano durante os seus primeiro cinco anos de reinado. Desse modo, Elizabeth teria gasto R$29.288,000 e James R$111.738,00; fazendo com que o sucessor Stuart da Dinastia Tudor tenha gasto mais com seu guarda-roupa do que a Rainha Elizabeth I.

Um outro livro de uma dama de companhia de Elizabeth, chamado ‘Wardrobe of Robes’ contém um inventário diário das roupas usadas por ela. O inventário detalha minuciosamente que as pérolas e pedras preciosas eram costuradas individualmente sobre os vestuários da rainha em ocasiões de Estado e, em seguida, eram cuidadosamente descosturados e colocados de volta na sua coleção de jóias. Se uma dela se perdesse, ela tinha de ser contabilizada e as responsáveis da casa real eram responsáveis de recuperá-la.

“The Phoenix Portrait”, atribuído a Nicholas Hilliard, cerca de 1575.Como a mulher mais poderosa do país, Elizabeth definia o look da aristocracia. Muitas das mulheres da corte se esforçavam para imitar seu estilo, que evolui durante todo o seu reinado. A influência da rainha sobre a moda se estendia além das roupas femininas. No início de seu reinado, a moda masculina era a mesma de Henrique VIII e Eduardo VI, que favoreciam uma silhueta ampla, com várias camadas de tecido. Como o guarda-roupa de Elizabeth tornou-se mais opulento e elaborado, com uma silhueta mais definida, os homens passaram a usar espartilhos para lhes darem mais cintura.

Elizabeth tinha uma incrível capacidade de usar qualquer situação para o seu proveito político e sua imagem não foi exceção. Ela era muito consciente de sua aparência e sabia que ações e imagem, juntos, formam uma identidade que se tornaria símbolo na Inglaterra. Sua imagem foi cuidadosamente projetada para impressionar e  transmitir riqueza, autoridade e poder.

Bibliografia:
Body and dress‘. Acesso em 22 de maio de 2012.
The Queen’s Wardrobe‘. Acesso em 22 de maio de 2012.
BIRD, Sandra. ‘Sleeve Puffs, Lace Ruffs, and The Queen’s Wardrobe‘. Acesso em 22 de maio de 2012.
SARUDY, Barbara Wells. ‘Elizabeth I The grand wardrobe – Hand-me-downs?‘. Acesso em 22 de maio de 2012.

Anúncios

4 comentários sobre “O Guarda-Roupa da Rainha

    • 11988700_879008112180797_231816726594926995_n Se não me falha a memória o único que restou foi esse vestido, junto do corpete, feito para sua efígie depois da sua morte em 1603. No entanto, ela foi refeita no século 18 para ser exposta no Museu da Abadia de Westminster, então não sei dizer se realmente pertenceu a ela.

    • 12002415_879010618847213_3412937662532310405_o Mais detalhado. Ah sim, e também existe um vestido que acredita-se ter sido usado por ela no seu batizado. Também existe algumas luvas usadas por ela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s