O Guardanapo de Elizabeth I

2013GA8805_jpg_lEste item ao lado é um guardanapo – de origem flamenga, com 113cm x 71cm – que provavelmente foi usado na corte elizabetana, talvez pela própria rainha. É notável que ele tenha sobrevivido por tanto tempo, e talvez ainda mais notável são os retratos de Elizabeth junto das imagens heráldicas associadas com sua mãe, Ana Bolena.

A rainha usa um elegante capelo francês e descansa seus braços sobre uma almofada, com um livro entre suas mãos entrelaçadas. Abaixo está o brasão de armas de Ana Bolena, sua mãe, emolduradas por um leopardo e um grifo. O falcão coroado (que na versão ‘original’ segura um cetro, e aqui segura uma cruz), emblema pessoal de Ana Bolena, pode ser visto em conjunto com a Rosa Tudor e a Cruz de São Jorge, dois emblemas da Dinastia Tudor.

Nós só podemos adivinhar os sentimentos de Elizabeth em relação à sua polêmica mãe, mas uma vez que o guardanapo foi supostamente feito para uso na corte, é notável a reabilitação da notoriedade de Ana no reinado de sua filha.

No início do século XVI, toalhas de mesa de damasco eram reservados para a realeza, a Igreja, a alta nobreza e os burgueses ricos.  Apesar de damasco de linho do século XVI ser frequentemente registrado nas contas, a sua sobrevivência é relativamente rara, em grande parte por causa de ser reutilizado durante longos períodos,  Elizabeth, atribuído a Frans Huysaté que estivesse desgastado e a necessidade de ser lavado regularmente. Tudo isso dá maior notoriedade a esse guardanapo, cujo linho de damasco era um tecido prestigioso na corte.

O guardanapo foi feito entre 1558-1560, mas uma data anterior é mais provável, pois a figura de Elizabeth foi quase certamente baseada em uma gravura, atribuída a Frans Huys, datada de 1559. Este é um retrato da rainha jovem, mostrando-a com um capelo preto e um vestido da mesma cor. Outros retratos parecidos incluem ‘Henry VIII and His Family with William Sommers’,  um retrato de Elizabeth por um artista desconhecido em 1559 e um retrato oval da rainha, anteriormente pensado ser Lady Jane Grey.

Elizabeth

Bibliografia:
HUI, Roland.’Queen Elizabeth’s Napkin‘, 17/06/2003. Acess: 20 jun 2013.
Napkin‘. Acess: 20 jun 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s