Seria Elizabeth Taliboys filha de Henrique VIII?

Henrique VIII, por artista desconhecido, cerca de 1519-1520É bem conhecido que Elizabeth ou Bessie Blount foi a mãe do filho reconhecidamente legítimo de Henrique VIII, Henrique Fitzory, Duque de Richmond e Somerset. O que é menos conhecido é que Bessie deu à luz a uma filha pouco depois do nascimento de Henrique Fitzory, o que nos faz pensar se esta filha, chamada Elizabeth Tailboys, era também filha do rei.

Quando Elizabeth tornou-se amante de Henrique VIII é incerto. O fato é que Bessie ficou grávida e teve um filho em 1519, provavelmente em 16 de junho. O Cardeal Wolsey arranjou para que Elizabeth fosse viver em Jericó Priory, em Blackmore, Essex. O rei a visitava frequentemente, assim como a seu filho, e se tornou piada entre os cortesões da corte que o rei tinha ‘ido para Jericó’. Em 1522, Elizabeth foi substituída nos afetos do rei por Maria Bolena.

Embora o rei tivesse planos para o seu filho, eles não incluíam sua mãe. Wolsey arranjou para que Elizabeth se casasse com Gilbert Talboys. Se Elizabeth Tailboys era de fato filha do primeiro marido de Bessie, Gilbert, seus pais deveriam ter se casado na semana do nascimento de Henrique Fitzory. Embora a historiadora e escritora Elizabeth Norton afirme que eles só se casaram em 1523, existem evidências de que eles certamente estavam casados em junho de 1522.

O rei Henrique VIII deu uma atenção especial a Elizabeth ao longo de sua vida, principalmente sobre decisões sobre casos judiciais, onde ele protegeu seus interesses financeiros. Durante uma viagem para o norte em 1541, Henrique passou a noite de 13 de outubro na casa de Elizabeth Tailboys e seu primeiro marido, Thomas Wymbish, um casamento vantajoso que também foi arranjado pelo rei.

Um documento de 2 de dezembro de 1546, poucas semanas antes do nascimento do rei, contém detalhes de uma troca de terras entre o rei, Wymbish e Elizabeth no norte, troca essa que Wymbish declarou em uma carta que havia recebido terras, entre outros bens, ‘de presente e concessão do rei’.

Após a morte de Thomas, Elizabeth Tailboys se casou com Ambrosio Dudley, primo de Robert Dudley, o cortesão favorito da Rainha Elizabeth I. De acordo com Elizabeth Norton, seria improvável que Elizabeth conseguisse um casamento tão prestigiado: embora razoavelmente rica, Ambrosio era muito mais poderoso e importante. Entretanto, antes de outubro de 1554, quando Ambrosio ganhou o título de Conde de Warwick, ele era apenas o segundo filho da família, seu irmão John, Conde de Warwick, ainda estava muito vivo. Ao invés do herdeiro, Elizabeth, uma baronesa em seu próprio direito, e com posses, teve um casamento realmente vantajoso.

Agora se Ambrosio tinha feito um casamento vantajoso, é outra questão, pois ela era uma década mais velha que seu marido. Eles não tiveram filhos, mas em 1555, Ambrosio foi libertado da Torre de Londres depois que Elizabeth escreveu uma petição o rei Felipe, o que é notado como um sinal de sua ascendência real e seu ‘nível incomum de acesso à realeza’. No entanto, normalmente é ignorado o fato de que os outros irmãos Dudley tinham sido libertados algumas semanas antes.

A historiadora Elizabeth Norton, que estudou em Cambridge e Oxford, disse:

“Se Henrique a tivesse reconhecido, ele teria mudado todo o curso da história britânica. Besie Blount é amplamente conhecida por ter sido amante de Henrique, e la já era mãe do seu filho reconhecido, Henrique Fitzroy. Mas eu acredito que as provas e datas tornam provável que ele também era o pai de sua segunda filha, Elizabeth. Tanto quanto sabemos, ela foi concebida cerca de três anos antes de ela conhecer seu marido, Gilbert Tailboys, que viria a dar a ela seu sobrenome. Naquela época, Henrique estava hospedado na mesma área que Bessie, vivendo cerca de dez milhas longe dela durante todo o verão. Simplificando, sabemos que ele estava dormindo com ela. Além das datas de concepção, também há evidências legais que Henrique teve um interesse pessoal nos assuntos de Bessie e Elizabeth. Teria sido muito estranho para um rei tomar tal interesse em uma menina com um título relativamente menos que o seu. É altamente provável que ela fosse filha do rei, mas por ela ser uma menina, era de pouco significado para ele – o rei não tinha motivos para reconhecê-la como fez com seu irmão. Se ele a tivesse reconhecido, ele teria que colocá-la na sucessão junto de suas outras duas filhas ilegítimas, Maria e Elizabeth. Isso só resultaria em mais problemas para Henrique. Ao incluir dois filhos ‘ilegítimos’ na sucessão mas não uma terceira sugeria que algumas de suas filhas ilegítimas eram talvez menos ilegítimas do que outras – uma questão política que o rei não tinha vontade de fazer”.

No terceiro ato de Sucessão de 1543, é afirmado que Eduardo, Maria e Elizabeth foram os únicos herdeiros legais de Henrique. Mesmo que Elizabeth Tailboys, ou qualquer outro bastardo fosse reconhecido, eles provavelmente não teriam sido capazes de suceder o trono, pois estes não teriam sido reconhecidos por lei. Henrique não previu que Maria ou Elizabeth pudessem chegar ao trono, mas nomeou-as como suas herdeiras para manter o trono nas mãos dos Tudor caso alguma coisa acontecesse com Eduardo. Mesmo a escolha das irmãs Grey a serem nomeadas herdeiras depois de Maria e Elizabeth iriam manter o trono nas mãos dos descendentes legais de Henrique VII.

Henrique tinha o poder, como a maioria dos reis, de escolher reconhecer ou não sua prole ilegítima. Enquanto Maria e Elizabeth tinham sido declaradas ilegítimas pelo Rei e seu Parlamento, o fato é que o rei esteve, em algum momento, casado com suas respectivas mães e que ambos eram suas herdeiras legítimas em algum ponto em suas vidas. Mesmo depois de ter-lhes declarado ilegítimas, ele ainda as reconhecia publicamente como suas filhas, e com exceção de Henrique Fitzroy, ele nunca reconheceu qualquer filho de suas amantes.

Maria I e Elizabeth I só foram capazes de tomar o trono e mantê-lo porque várias facções dentro do governo, assim como o povo inglês, sabiam que ela eram filhas do rei, e muitos tiveram, em algum momento ou outro, jurar reconhecê-las como suas herdeiras. Esta ‘outra’ Elizabeth não se beneficiou com qualquer juramento ou reconhecimento, e em nenhum momento Henrique a declarou como sua filha. Ela pode muito bem ter sido sua filha, mas como ele nunca se casou com sua mãe e nem tinha intenções de se casar com ela, então não havia a necessidade de reconhecer essa criança.

Henrique também pode ter escolhido não reconhecer Elizabeth Tailboys por causa da perceptível desaprovação pública sobre Fitzroy, assim como a reação da Rainha sobre o bastardo, as considerações sobre as despesas que um novo filho do rei traria, assim como o fato da criança ser uma menina. Não existe nenhuma maneira que a filha de Bessie Blount pudesse ter entrado na linha de sucessão, a menos que Henrique Fitzroy se tornasse rei e a linha de sucessão fosse alterada.

É interessante observar quantos filhos ilegítimos Henrique VIII pode ter tido, mas imaginar que qualquer um deles poderiam reivindicar o trono legalmente é levar as coisas muito longes: ser herdeiro do trono da Inglaterra é muito mais difícil e complicado do que ser o filho ou filha do rei da Inglaterra.

Bibliografia:
Elizabeth BLOUNT‘. Acesso em 2 de Março de 2013.
Discussion on Elizabeth Norton’s Elizabeth Talboys claim‘. Acesso em 2 de Março de 2013.
Henry VIII had a secret daughter who should have taken English throne before Elizabeth I, historian claims‘. Acesso em 2 de Março de 2013.
Was Elizabeth Tailboys the Daughter of Henry VIII‘. Acesso em 2 de Março de 2013.
Royal Blood! So What?‘. Acesso em 2 de Março de 2013.
Henry VIII’s and Elizabeth Blount’s Daughter‘. Acesso em 2 de Março de 2013.

Anúncios

Um comentário sobre “Seria Elizabeth Taliboys filha de Henrique VIII?

  1. Parabéns pelo site!
    Recentemente, acabei de ver a série ” the Tudor´s” e simplesmente apaixonei-me pela época. Tenho procurado muita informação e os vossos artigos são excelentes!
    Continuem :) Obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s