Quando Ana Bolena se casou com Henrique VIII?

bou

A mais famosa esposa de Henrique VIII, Ana Bolena, foi coroada em uma cerimônia magnífica cheia de propaganda política e extravagância real. No entanto, os detalhes de seu casamento são menos conhecidos e uma confusão considerável o rodeia.

A versão tradicional dos acontecimentos e muitas vezes repetidas em biografias e livros didáticos é que eles se casaram em 25 de Janeiro de 1533. De acordo com Nicholas Harpsfield, apologista católico escrevendo durante o reinado de Maria I, os únicos presentes no local eram: Henrique Norris e Thomas Henegage, amigos do rei; e Anne Savage, amiga de Ana. Um mês depois, Eustace Chapuys registrou que o casal se casou na presença apenas do pai, mãe, irmão e duas amigas íntimas de Ana Bolena.

Nicholas Harpsfield continua dizendo que Henrique insistiu que Rowland Lee executasse a cerimônia, mentindo que ele teria uma licença do Papa em breve. Essa história tem dois gumes: a primeira, é que é controvérsa à história de Chapuys, que relatou que foi Thomas Cranmer quem fez a cerimônia (embora Cranmer tenha escrito, posteriormente, que ele só ficou sabendo do casamento duas semanas depois); e ao mesmo tempo nos mostra que é possível que Henrique VIII tenha casado sem ter uma licença, cometendo bigamia, mostrando que de fato seu casamento não havia sido anulado e que seu casamento com Ana Bolena não foi ilegal. Obviamente, na mente de Henrique VIII estava tudo certo – para ele, seu casamento com Catarina nunca fora legal, tendo sido realizado graças a um erro do velho e inválido Papa Júlio II, que se esqueceu da lei bíblica de Levítico que declarava que nenhum homem poderia se casar com a mulher de seu irmão.

the-loversDeixando de lado as questões legais, Cranmer disse em sua carta que o casamento ocorreu em janeiro porque Ana Bolena estava grávida de uma criança. Supostamente, Ana e Henrique tiveram sua primeira relação física após a viagem do casal para Calais, em Novembro de 1532, onde se encontraram com Francisco, Rei da França.

No entanto, será que Ana Bolena realmente teria dormido com o rei e concebido uma criança sem ter estado casada com ele? Sabemos que ela estava segura em sua virgindade como uma forma de impulsionar-se ao trono, e que apenas ficou com o rei durante essa viagem porque tinha certeza que poderia confiar que a coroa estava segura com ela. Também devemos lembrar que Ana era uma mulher profundamente religiosa, e é improvável que ela tivesse dormido com o rei sem estar casada com ele, independe das garantias que tivesse.

Acredita-se, portanto, que outra data possível para o casamento de Henrique VIII e Ana Bolena seja 14 de Novembro de 1532: Nicholas Sanders e Edward Hall, dois cronistas, afirmam que essa é a data correta do casamento, onde Francisco reconheceu Ana como consorte de Henrique, que foi uma vitória significativa a batalha pelo reconhecimento de sua união. O historiador David Starkey também concorda com esta data, que parece coincidir com a relação física do casal – tradicionalmente, os protestantes também favoreciam esta data porque significaria que Elizabeth foi concebida em um casamento legítimo. A data de novembro é interessante porque Nicholas Sander é católico e detestava Ana Bolena e Elizabeth, e se ele pudesse mentir sobre a data de casamento de seus pais, manchando-a com uma acusação de ilegitimidade, não haveria motivos para ele não o fazer.

Psicologicamente e historicamente e até mesmo biologicamente, há grandes falhas na idéia de que Henrique VIII e Ana Bolena iniciaram suas relações sexuais em Novembro e, ao perceber que estava grávida,  se casaram em Janeiro: se, digamos, Ana percebeu que estava grávida em Dezembro (e Elizabeth nasceu em Setembro), então a criança teria nascido com 10 meses ao invés de 9. Para o historiador Gareth Russel, esse cronograma só é interessante para aqueles que querem apresentar Ana como uma jezebel manipuladora, ou com uma ícone feminista que corajosamente usou de todas as armas à sua disposição para garantir sua vitória política. Se assumirmos que Elizabeth teve os nove meses normais dentro do ventre, ela foi concebida em torno da primeira semana de de Dezembro; e existem evidências que acreditam que ela tenha sido concebida mais tarde, provavelmente perto do ano-novo: a etiqueta real exigia que uma Rainha grávida se isolasse um mês ou um mês e meio antes do nascimento de seu filho, e Elizabeth nasceu após 10 dias de isolamento de Ana – isso significa que ela pode ter nascido 3 ou 5 semanas prematura (ou que sua mãe calculou mal o dia). De qualquer forma, se Ana se isolou no final de Agosto, imagina-se que ela estava esperando um filho para o final de setembro – e não no dia 7, logo no início o mês.

Mas então, por que a discrepância das datas? Como quatro cronistas aparentam ter tanta confiança em datas com vários meses de diferença? Alguns estudiosos afirmam que houveram duas cerimônias: a primeira foi meramente uma cerimônia de compromisso formal, depois da qual Ana Bolena sentiu que era seguro ceder e começar um relacionamento físico com o rei; já a segunda, em Janeiro, seria a cerimônia ‘verdadeira’.

Ana Bolena grávida em Wolf Hall.Uma vez que tudo isso era por um herdeiro, Henrique precisava que seus futuros filhos nascessem em uma união legal – foi por isso que ele fez com que Ana tivesse uma coroação de monarca, não rainha de rainha regente, onde ele nem mesmo apareceu. Se quisesse garantir seus herdeiros, dormir com Ana antes de serem legalmente casados seria um desastre. Só então faz sentido a idéia de duas cerimônias: o primeiro, antes de seu primeiro contato físico, talvez com poucas testemunhas além da família de Ana; já o segundo, quando descobriram que estava grávida, e em solo indiscutivelmente inglês, e não em Calais, com testemunhas selecionadas da corte. Starkey acredita nessa teoria: para ele, o primeiro casamento, em novembro, teria sido feito para tranquilizar Ana Bolena, enquanto o segundo, com um pouco de invocação da autoridade papal, se destinava a tranquilizar os súditos de Henrique VIII. Quando a notícia vazou, deu-se a impressão que Henrique tinha conseguido o aval de Roma.

 

Bibliografia:
BRYAN, Lissa. When Did Anne Boleyn and Henry VIII Marry?. Acesso em 20 de Janeiro de 2017.
TRACY, Stephanie. Henry & Anne’s Secret Wedding. Acesso em 20 de Janeiro de 2017.
RUSSEL, Gareth. January 25th, 1533: Anne Boleyn’s wedding day?. Acesso em 20 de Janeiro de 2017.

Anúncios

2 comentários sobre “Quando Ana Bolena se casou com Henrique VIII?

  1. Sempre pensei nisso…ela demorou tanto para “atender” o rei e no final acabou casando grávida…talvez seja mais uma mentira mesmo, como a do sexto dedo, coisas para difamá – la

    • Sim! Mas acredito que não tanto para difamar Ana, mas sim Elizabeth: se ela foi concebida antes do casamento, então era ilegítima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s