Teria Ana Bolena envenenado o Bispo Fisher?

Em 5 de abril de 1531, Richard Goose foi executado. Ele não tinha tentado prejudicar o rei Henrique VIII ou a rainha Catarina, nem qualquer outro conselheiro real. Ele não tentou derrubar o governo, nem mudar a nação com políticas religiosas. Ele era um cozinheiro, a serviço do Bispo John Fisher, que foi acusado de assassinar por veneno duas pessoas.

Em diversos romances, Ana Bolena e sua família tem sido alvo de rumores por ter participado desse envenenamento que teria, como principal objetivo, assassinaro Bispo. Aos 62 anos de idade, o homem era um dos principais obstáculos ao divórcio com Caarina de Aragão. Os rumores em relação aos Bolena não é recente: na mesma época, Sir Thomas More, na época chanceler, informou a Henrique VIII de que havia rumores de que Ana, junto deu pai e irmão, Thomas e George Bolena, estavam envolvidos na tentativa de envenenamento. O rei reagiu com raiva, dizendo que ela havia sido injustamente acusada.

Hilary Mantell, em seu romance “O Livro de Henrique”, habilmente escreveu o um fato histórico – a tentativa de envenenamento do Bispo Fisher e rumores de que Ana Bolena estivesse pessoalmente envolvida. Ela não foi, no entanto, nem a primeira nem a última romancista que decidiu introduzir Ana Bolena. Em “A irmã de Ana Bolena”, Philippa Gregory também colocou Ana Bolena implicada em uma tentativa de envenenamento do Bispo.

O cozinheiro Richard Roose admitiu que, em 18 de fevereiro de 1531, adicionou alguma substância na sopa dada ao Bispo Fisher, mas era laxante, e não veneno. Roose confessou que era apenas uma “brincadeira”, que tinha como objetivo apenas causar desconforto em seus colegas, sem pôr em perigo suas vidas. Infelizmente, os restos da sopa foram dadas para os pobres, e um homem chamado Bennett Curwen e uma viúva chamada Alice Tryppytt morreram em consequência do consumo da sopa.

O Bispo Fisher só sobreviveu porque não tomou sopa aquele dia. Bem informado, o embaixador imperial Chapuys disse que “daqueles que comeram a refeição naquele dia, quase todos os que se serviram na casa do bispo quase morreram, mas apenas duas pessoas pobres que, sob a sobra dadas, morreram”. Chapuys também escreveu que o rei mostrou descontentamento e um processo foi imediatamente iniciado, com o cozinheiro preso e submetido a interrogatórios.

De acordo com a avaliação do embaixador, Henrique VIII não estava envolvido na tentativa de envenenar o bispo, mas “não pode evitar alguma suspeita – se não for dirigida contra si mesmo, é contra sua senhora” – ou seja, Ana Bolena. Este pequeno registro é só o que temos sobre este caso. Chapuys não tenta acusar Ana de envenenar Fisher, mas sugere que tais rumores surgiram após o incidente. Mas por que Ana Bolena ou qualquer membro de sua família – ou até mesmo o próprio rei – cometeria envenenamento?

O Bispo Fisher era um dos defensores de Catarina de Aragão no processo de divórcio do rei, e corajosamente defendia a validade do casamento. Logo após a malfadada tentativa de envenenar Fisher, Henrique, provavelmente temendo de que seria acusado, concebeu medidas radicais para punir o cozinheiro culpado, e imediatamente criou uma nova lei, segundo a qual o envenenamento deliberado que tivesse um desfecho fatal teria como consequência a pena de morte.

Richar Roose foi condenado à morte. O método, ao invés de enforcamento, seria o de ser fervido até a morte, que implicava que o condenado seria mergulhado em água ou óleo fervente até a morte. Se ele tivesse sido capaz de negociar uma sentença mais leve com o nome de quem o pagou para envenenar o Bispo, ele provavelmente o teria feito. Diz-se que até o mais forte inglês – que participava de execuções para se divertir – ficaram mal com os gritos de agonia de Roose. Ele nunca nomeou nenhum cúmplice, mesmo na extremidade de sua agonia. Ele nunca gritou nenhum nome em um pedido de misericórdia. É quase certo que Roose agiu sozinho, e que fora honesto em sua confissão. Jane Dormer, Duquesa de Feria, acreditava que Ana era culpada. Jane era uma amiga da princesa Maria, e nunca conheceu Ana pessoalmente. Em sua biografia, ela escreveu:

A partir do momento que a rainha Catarina foi defendida de forma resoluta e inteligente pelo Bispo de Rochester, [Ana] procurou por todos os métodos a sua destruição. Um Richard Rice, um cozinheiro, foi subornado para envenená-lo, e ele não conhecia nenhuma outra maneira para fazer isso do que envenenar o prato comum, que era para toda a família do bispo. Aconteceu que naquele dia, de acordo  com seu costume, o bispo não veio jantar no salão, mas a maioria da sua família que jantaram lá foram envenenadas e morreram. Rice, o cozinheiro, tendo sido descoberto, confessou e foi condenado publicamente à morte por isso.

Roose, chamado de Rice por Jane, de fato confessou, mas não sobre o envolvimento de Ana. Além disso, ela está incorreta sobre a morte da família do Bispo – as únicas duas vítimas que morreram pelo envenenamento foram o casal de pobres. Em Julho de 1535, Fisher seria executado pro alta traição. O rei queixava-se repetidamente sobre Fisher e sua relação com Catarina. Curiosamente, muitos anos antes o Bispo fora confessor da avó do rei, Margaret Beaufort.

Não podemos também pensar que Ana não tivesse nada a ver com a tentativa de envenenamento, especialmente à luz de suas ações e declarações posteriores: Ana repetidamente ameaçou que envenenaria suas rivais, Catarina de Aragão e Maria Tudor. Obviamente, nós não temos nenhum conhecimento sobre a personalidade de Ana Bolena e não sabemos por quais motivos ela falou essas palavras. É possível que ela realmente tenha planejado o envenenamento de Maria Tudor.

Em seu romance, Philippa Gregory foi um passo além dos registros em uma entrevista para promover um de seus livros, afirmando que [Ana Bolena] “não era uma mulher que deixaria uma coisa como pecado ou crime ficasse em seu caminho – aparentemente, ela foi responsável por, pelo menos, um assassinato“. Gregory não especificou qual assassinato, mas foi considerado que Ana Bolena e sua família foram abertamente acusados de tentar envenenar o Bispo.

Mas não foram só Mantell e Gregory que discutiram isso em seu romance. Na segunda temporada da série “The Tudors”, Thomas e George Bolena, reconhecendo que Fisher é o principal obstáculo para a ruptura com Roma, contrata seu cozinheiro para envenenar uma sopa.  Thomas Bolena ameaça matá-lo caso conte a alguém, e quando convidados do Bispo morrem por ingerirem a sopa, uma investigação começa, durante a qual o cozinheiro, temendo pela vida de seus filhos, se recusa a nomear as pessoas que encomendaram o assassinato. Roose é então condenado e executado.

Não existe nenhuma evidência forte de que Ana Bolena e sua família estivessem envolvidos em uma tentativa de envenenar o bispo Fisher. Os rumores surgiram de forma espontânea, e assim como o rei, é óbvio que Ana também não suportava aqueles que eram fiéis a Catarina de Aragão. Os rumores refletem o espírito das opiniões que circulavam na época, que não eram, como sabemos, favorável a Ana.

Curiosamente, a biografia do Bispo relata que logo após o incidente um tiro foi disparado em seu quarto a partir da casa do pai de Ana, que ficava do outro lado do rio, mas por alguma razão isso não têm sido atribuído a Ana. Provavelmente porque o envenenamento é visto mais como um “crime de mulheres”, e adaptado para um personagem astuto e malicioso que alguns autores têm atribuído a Ana, e um tiro é algo mais direto e viril.

Bibliografia:
ZUPANEC, Sylwia S. “Morderstwo i otrucie – czy Anna Boleyn dopuściła się takich czynów?“. Acesso em 27 de Agosto de 2014.
BRYAN, Lissa. Anne Boleyn: A Murderer?. Acesso em 27 de Agosto de 2014.
Bishop John Fisher. Acesso em 27 de Agosto de 2014.
BILYEAU, Nancy. The Death of the Bishop’s Poisoner. Acesso em 22 de Junho de 2017.
Anúncios

3 comentários sobre “Teria Ana Bolena envenenado o Bispo Fisher?

    • Ele foi executado por se recusar a aceitar Henrique VII como Chefe Supremo da Igreja da Inglaterra. Ele foi nomeado Cardeal pouco antes de sua morte, e agora é considerado mártir e Santo pela Igreja Católica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s