David Starkey e Hilary Mantel discutem sobre romances e evidências históricas (2009)

Depois de alguns documentários, decidi começar a trazer algumas discussões entre pesquisadores e historiadores sobre os Tudor. O primeiro vídeo que trouxe é de uma discussão entre Hilary Mantel e David Starkey, em que discutem sobre evidências históricas, invenções e influências pré-concebidas em romances históricos. Embora o vídeo tenha sido publicado em 2015, parece que foi filmado em 2009, quando Mantel havia publicado Wolf Hall e quando, um ano antes, Starkey havia publicado “Henry: Virtuous Prince”. Mantel se refere a um novo livro que Starkey estava escrevendo sobre Henrique, e que provavelmente foi “Henry VIII: Man & Monarch”, publicado ainda em 2009. Originalmente o vídeo tinha 3 partes, mas editei para que ficasse apenas uma :)

Observações:
– Geoffrey Rudolph Elton (1921 – 1994) foi um historiador político e constitucional, nascido na Alemanha e especializado no período Tudor. Elton focava principalmente na vida de Henrique VIII, e ficou famoso por argumentar que Thomas Cromwell que foi o autor do governo burocrático moderno, que subtstituiu o governo medieval – até a década de 1950, historiadores minimizavam o papel der Cromwell no governo, classificando-o como um doutrinário, pouco mais que um agente do despotismo de Henrique. Já Elton retratou Cromwell como responsável pela ruptura legal com Roma, as leis e procedimentos administrativos que tornaram a Reforma Inglesa tão importante, além de ter sido responsável por traduzir a supremacia real em termos parlamentares.
– Antonia Fraser é uma autora britânica de livros de ficção e mais de 15 livros de não-ficção, entre eles “As Seis Esposas de Henrique VIII”, uma das maiores referências sobre as consortes Tudor.
– George Orwell (1903 – 1950) foi um romancista, jornalista e crítico inglês, cujos trabalhos foram marcados pela prosa lúcida, consciência de injustiça social e oposição ao totalitarismo.
– Lacey Baldwin Smith (1922 – 2013) foi uma historiadora e romancista especializada na Inglatera do século 16. O livro a qual Starkey se refere é “Henry VIII: The Mask of Royalty”, publicado em 1973.
– Richard Marius (1933 – 1999) foi um escritor e acadêmico americano especializado na Reforma. Sua dissertação foi “Thomas More and the Heretics”; Marius publicou diversos trabalhos e duas biografias sobre More durante sua vida, sendo bem recebidos pelo público e também um pouco controversos, pois despojava seus personagens das santidades atribuída a eles, apresentando-os como seres humanos lutando com suas crenças, medos e ambições, criticando More por seu fanatismo religiosos e sua intolerância.
– Robert Oxton Bolt (1924 – 1995) foi um escritor de peças inglês, conhecido por ‘O Homem que não vendeu sua alma” e por fazer obras dramáticas que colocavam seus protagonistas em tensão com a sociedade prevalecente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s