O casamento de Henrique VIII e Ana de Cleves foi consumado?

The Tudors 2

Henrique VIII declararia, após o divórcio com Ana de Cleves, que ele “jamais concordou em se casar por amor com a mulher”. Foi difícil para ele (e muito mais para Ana, com certeza), aceitar que tinha que se casar com alguém que não gostasse – mas a cerimônia de casamento era apenas o primeiro obstáculo. Agora eles tinham de ir para a cama juntos. Continuar lendo

“Eu posso ser uma mulher grande, mas tenho um pescoço pequeno” – Maria de Guise e a proposta de casamento de Henrique VIII

Nascida em 1515, Marie se casou em 1534 com Louis, Duque de Longueville, o primo do rei francês. O casamento foi curto, já que o marido morreu três anos depois. Marie ainda era jovem e elegível para casamento, e isso a tornou um foco no mundo dinástico da política européia. Ela foi alvo das negociações com James V da Escócia, que havia perdido sua primeira esposa, Madeleine de Valois, e precisava de uma nova noiva francesa para promover os interesses da aliança franco-escocesa contra a Inglaterra. Mas para tentar impedir essa união, o recém-viúvo, após a morte de Jane Seymour, Henrique VIII, também pediu a mão de Marie. Continuar lendo

Por que Catarina Howard não ficou grávida?

kat

Henrique não conseguiu consumar seu casamento com Ana de Cleves – apesar de ter feito tentativas. Mas ele admitiu que ainda conseguia ter relações sexuais (mas não com sua esposa alemã). Após a anulação do casamento, o rei se casou com a jovem Catarina Howard. Acredita-se que, com ela, apesar de estar acima do peso e com uma perna infectada, ele supostamente conseguiu consumar seu casamento com ela. Continuar lendo

Jane Seymour como um fator decisivo para a queda de Ana Bolena

Em 2013 a BBC lançou um documentário chamado The Last Days of Anne Boleyn, com debates entre historiadores e autores de ficções históricas, tentando explicar o que aconteceu para causar a queda de Ana Bolena e os acontecimentos de seus últimos dias. Enquanto você olha para os como, porquês e o quê desses eventos, aqueles que nele aparecem nunca parecem conversar realmente uns com os outros. O resultado foi interessante, embora talvez tenha sido mais curioso o rebaixamento total de Jane Seymour durante a queda de Ana. Continuar lendo

Poderíamos estar diante de um novo retrato de Ana de Cleves ou de Ana Bolena?

Ana de Cleves

Esse retrato até então desconhecido, que uma vez ficou exposto no Castelo de Hever, pode ser Ana de Cleves. Essa imagem foi enviada para a historiadora Alison Weir por um descendente da família Meade-Waldo, que herdaram o castelo em 1841 a partir da família Waldegraves, que compraram o castelo em 1557, o ano da morte de Ana de Cleves. Sir Edward Waldegrave, um mebro do Conselho de Maria Tudor, foi apontado como um dos comissários para a venda da terra, mas ele mesmo assinou a compra. A escritura da venda assinada pela Rainha Maria ainda é propriedade dos descendentes de Sir Edward. A família vendeu esse retrato para Lorde Astor, de modo que pode haver uma linha direta provando que esse retrato é originário do Castelo de Hever, onde Ana de Cleves morou de 1540 até 1557. Continuar lendo