O rei e suas cinco esposas: Os Amores de Henrique VIII (1933)

posterUm dos filmes mais conhecidos sobre o rei Tudor, “The Private Life of Henry VIII” é curioso pois começa com a execução de Ana Bolena, sua segunda esposa. Alexander Korda, o diretor, estava à procura de um projeto que fosse apropriado para o ator Charles Laughton e sua esposa, Elsa Lanchester e originalmente, a história iria se concentrar exclusivamente no quarto casamento do rei com Ana de Cleves, mas o projeto cresceu para incluir as cinco últimas esposas de Henrique: a primeira, Catarina de Aragão, foi omitida porque os envolvidos no projeto não tinham nenhum interesse em mostrá-la, descrevendo-a apenas como uma ‘senhora respeitável’ em um dos interlúdios do filme.

Merle Oberon, que se tornaria uma das atrizes mais belas de Hollywood nas décadas de 1930 e 1940 teve um papel relativamente pequeno no filme como Ana Bolena. No entanto, foi uma aparição memorável, e a atriz tornou-se fascinada pelo seu personagem, pendurando até um retrato de Ana em seu apartamento. Sua frase mais marcante durante o filme foi, “Não é uma pena perder uma cabeça como essa?” Continuar lendo

Retrato da Armada de Elizabeth I é comprado dos descendentes de Sir Frances Drake e agora pertence à Grã-Bretanha

armada

Um dos mais famosos retratos da História britânica, mostrando uma elegante e triunfante Elizabeth I, após a derrota da Armada Espanhola, foi comprado para a Grã-Bretanha depois de uma longa campanha de angariação de fundos a nível nacional.

A Heritage Lottefy Found, que doou 7 milhões de libras, usando o dinheiro de jogadores da loteria, foi a peça final da campanha que queria levantar 10,3 milhões de libras para comprar o retrato, conhecido da Armada, que pertencia aos descendentes de Sir Frances Drake e ficava em sua coleção privada.

O retrato irá primeiro para a coleção nacional dos museus reais de Greenwich – Royal Museums Greenwich (RMG), e depois irá para a Queen’s House, que será inaugurada em Outubro desse ano depois de uma grande restauração. Uma das imagens mais conhecidas da História britânica, Sir Peter Luff, presidente da Heritage Lottery Fund, doisse que é uma “magnífica obra da nossa herança nacional”,

“um ícone histórico convincente, ilustrando o conflito decisivo, inspirando a liderança feminina, potência marítima e o surgimento da idade de ouro elisabetana. Esta imagem têm moldado a nossa compreensão da Gloriana, a Rainha Virgem, por mais de 400 aos, e estou muito contente que agora ela terá um lar apropriado e permanente em Greenwich”.

Pintado por um artista desconhecido por volta de 1590, homenageou um dos mais famosos conflitos da história britânica: a frustrada invasão da Inglaterra pela Armada Espanhola, a superpotência européia do século XVI. Atrás de Elizabeth, como se oculto por cortinas, é possível ver a frota inglesa se preparando para a batalha e a espanhola derrotada e naufragada.

Existem diversas cópias do retrato da Armada, e este especificamente pertencia a Francis Drake, um dos principais membros da corte de Elizabeth e era um dos que estavam no comando da Armada. Pelo menos desde 1775, o retrato esteve na posse de seus descendentes e, embora tenha sido emprestado regularmente para exposiçõe,s durante muito tempo o quadro esteve pendurado em uma lareira da casa de campo Shardeloes, construída em Buckinghamshire no final do século 18 por William Drake.

Fonte: The Guardian

 

Tutorial de como fazer um pomo perfumado

pomo perfumado

Originalmente, os pomos perfumados eram usados para mascarar odores e acreditava-se que ele mantinha as doenças afastadas. No período Tudor, dizia-se que o estadista do Rei Henrique VIII, o Cardeal Wolsey, sempre segurava um pomo perto de seu nariz quando saía para andar entre o povo comum, um gesto que não o tornava muito popular. Hoje em dia, pomos são usados como um enfeite para salas ou armários, assim como decoração durante o inverno. Leia mais sobre os pomos perfumados aqui.

Material necessário:

  • Laranjas, maçãs ou limões.
  • Cravos.
  • Fita adesiva.
  • Fita de cetim.
  • Tesoura (ou algum objeto com ponta afiada)

Continuar lendo

Feliz Ano Novo!

Bom dia pessoal. Pode ser um pouco tarde, mas gostaria de agradecer a todos as visitas, os comentários e apoio que tive nesse 2015, ano em que concluí minha graduação em História – foi um ano muito corrido, e foi difícil achar tempo para postar coisas aqui. Esse ano pretendo ingressar no mestrado em Planajemento Urbano e Regional e, quem sabe, dedicar mais tempo ao Boullan. Para não perder a tradição, aqui está o calendário Tudor desse ano.

Dessa vez, fiz um dedicado à Dinastia Tudor (embora exclua Jane Grey), e outra com o meu elenco das rainhas Tudor dos sonhos: Norma West como Elizabeth de York, Annette Crosbie como Catarina de Aragão, Natalie Portman como Ana Bolena, Jane Asher como Jane Seymour, Lynne Frederick como Catarina Howard, Elvi Hale como Ana de Cleves e Joely Richardson como Catarina Parr. Dessa vez, vocês terão a opção de baixar o calendário em português e em inglês:

Calendar 1 Calendar 1753
Calendar 2 Calendar 3